16 agosto 2018

Comprei umas jóias para unhas para testar




Apliquei eu mesma e gostei do resultado.
Não sou muito fã de enfeites nas unhas não por não achar possível ter coisa bonita, mas porque já vi muita aberração por aí.

Gosto discreto assim com umas pedrinhas delicadas


Gosto do conceito de 'jóia' para a unha mesmo


uma pedrinha de brilho e uns detalhes dourados de preferência

UM  e com a função de acessório, não  gigolô ou bicheiro kkkk,  uma peça, um detalhe, com uma cor bonita e discreta de esmalte eu acho q fica bem elegante.

Já vi muita gente exagerando, usando um monte, em todos os dedos, peças enormes que fica parecendo uma loja de biju ambulante. Tem umas horrorosas, tem gente que pinta com pink ou turquesa ou as duas juntas, mais adesivo mais pedra gigante, um monte de pedra, ai fica parecendo carro alegórico de carnaval.

E na verdade tem alguns adesivos e estampa de unha lindos e delicados, mas o excesso deixa berrante.

Eu fiquei mais feliz ainda por ter conseguido colocar em mim mesma. Fazer a própria unha normal não é facil e por isso ai da trabalho p colocar e se colcoar torto fica feio também, desvaloriza todo o esforço. Como eu faço a minha própria unha há anos resolvi tentar aplicar a jóia sozinha. Felizmente deu certo. Eu optei por colar com super bonder mesmo pois meu receio era que caisse em menos de 24h, enganchando no cabelo ou em qualquer outra coisa e o super bonder garantiu mesmo a fixação.

14 agosto 2018

Tenho um bocado de creme para as mãos

Tenho a pele bem seca e as mãos e pés então nem se fala.
Sempre estou passando creme nas mãos e por isso acabo comprando vários

Estava fazendo as contas aqui e vi que atualmente meu uso são de 5 unidades por vez
  • Um pendurado na bolsa de batidão
  • Um pequenino para a carteira (levo só ela qdo vou p reuniões) ou bolsa pequena em saídas noturnas
  • Um que deixo no carro
  • Um que deixo na gaveta da mesa de trabalho
  • Um no escritório de casa

 Mas atualmente eu tenho mais que o dobro disso:


  • Prelude, Eudora
  • Luvas de Silicone, Avon Care
  • Marshmallow Heaven, Treaclemoon (tenho dois, o outro está no trabalho)
  • Caramelito, O Boticário (comprei pela praticidade de pendurar, não acho bonito mas ajuda a manter a bolsa pequena e completa principalmente em viagens, pois não ocupa espaço no interior e tá sempre à mão)
  • Aflorá, Eudora
  • I love Amsterdã, Primark 
  • I love Amsterdã, Primark
  • Vert Mirtilo, Panvel
  • Vert Mirtilo, Panvel
  • Ekos Maracujá, Natura
  • Nativa Spa Terapia Caviar, O Boticário



No momento tenho 12 ao todo, um pouco mais que o dobro do que uso em tempo real.
Pretendo usar todos e manter somente a quantidade que uso. Estou até analisando uma maneira de reduzir mais, adquirindo mais um desses de pendurar para colocar na minha bolsa de trabalho e assim suprimir o que deixo no carro e o que deixo no trabalho também.Também acho que preciso sim de um no escritório de casa mas não precisa ficar lá, posso levar um creme para lá quando eu estiver usando e devolver para meu quarto.

Penso até em manter apenas um creme corporal mesmo no meu quarto, sendo embalagem pump posso usar para reabastecer os dois de pendurar e até o pequeno (tenho um outro frasquinho p que pode atender essa função. E assim acabaria reduzindo ou mesmo parando de comprar cremes específicos para as mãos, conhecentrando apenas em um tubão de creme corporal de qualidade e 3 frasquinhos que dê para reabastecer.

  • Um pendurado na bolsa de batidão do dia a dia e viagens
  • Um pequenino para a carteira ou bolsa pequena em saídas noturnas
  • Um pendurado na bolsa de trabalho (que atenderá minha necessidade de usar no carro e no trabalho), por enquanto vou usando esses tubos que tenho, mas depois vou adquirir um desses de pendurar que é menorzinho e dá para reabastecer

Com a vantagem de ficar com um numero menor de itens e também de tamanho menor, pois para mim é muito importante ter somente itens úteis na bolsa mas que também sejam pequenos e leves

09 agosto 2018

Minha história complicada com os perfumes da Avon

Comecei um reflexão sobre a minha relação com as marcas de perfumes nacionais e já comentei sobre a:

Recebi ontem uma encomenda de perfume da Avon que ilustra claramente dois dos grandes motivos que acabaram me afastando da marca e me fazem evitar testar coisas dela, então bora aproveitar o momento frustração e discorrer à respeito. 

Antes de tudo quero deixar claro que sei que a Avon é uma marca de origem norte americana então por definição não seria uma marca nacional, mas como ele é uma marca que nos rodeia desde de sempre, super acessível no sentido de haver milhares de venderoras em todos os lugares eu (e muitos) acabei tendo essa percepção de que é uma marca que está aqui, logo é daqui, me entendem? Hoje ela é uma marca que tem perfumes nacionais e importados, mantive na categoria nacional para simplificar. Então vambora falar dos probleminhas e boas experiências.

Eu tenho apenas esse perfume Far Away Gold 


Que demorou pacas para ser entregue encomendei dia 31de maio e só recebi 8 de agosto e  ainda veio errado pois encomendei o Infinity não o Gold, então bora lá para os problemas que em geral tive com a marca mesmo sendo super fácil comprar dela.

Tenho alguns motivos para não ter mais fragrâncias da marca:
  1. Coisa rara é encontrar uma revendedora que tenha amostra dos perfumes ou qualquer outro item. Não sei sequer se a marca fornece/vende mas não tem. De vez em quando nas revistas vinham aquelas bolinhas de plastico colada que teria o cheiro e a gente levanta para sentir mas acho nada haver
  2. No catálogo mal há a tipificação da família olfativa, que em geral é bem vago ou esquisito. Acho que eles poderiam fazer uma breve descrição das notas e da ideia do perfume, mesmo que fosse num anexo da revista para não poluir visualmente
  3. As revendedoras que tive contato em geral nem conhecem os produtos. Muitas simplesmente entregam lá a revista, não que tenha que ficar em cima mas se você vende algo você tem que conhecer e muito bem. Sei que não dá para ter tudo mas não dá vontade de comprar perfume de quem só conhece algum creme, o primer Magix e um ou outro batom.
  4. A marca tinha uns frascos estranhos antigamente, mas nem pesava tanto isso para mim, mas realmente não atraía. Agora tem investido mais em beleza e mesmo os de visual clean tem aspecto elegante
  5. Já arrisquei algumas compras às cegas já que a marca pelo menos tem uma política boa de grandes descontos com grande frequência, mas fui infeliz várias vezes.
  6. A marca tem uma linha de classicões/vintage que até respeito e admiro que é a linha Cristal mas não uso e não fixam tanto, mas reconheço que são bem baratos então acaba não sendo tão insana a fixação baixa
  7. Durante muito tempo além das tentativas as cegas conheci alguns perfumes da marca através da minha irmã mais nova que além de não ter muito critério para escolher, usava quantidades absurdas de perfumes o que acabou me fazendo detestar vários perfumes de várias marcas
  8. Apesar do tempo de entrega previsto quando fazemos um pedido em geral ser razoavelmente curto, por várias e várias vezes meus pedidos demoraram para ser entregue
  9. Com frequencia o pedido que fiz vinha incompleto
  10. Várias vezes veio produto diferente do que eu pedi
  11. A marca tem investido na loja online mas ainda tem uma exigência alta para o frete ser grátis, R$ 200

De um modo geral isso essas são as principais coisas que me afastam das fragrâncias e outros produtos da marca.

Esses problemas não foram com  apenas uma revendedora, foram várias. Por isso não sei dizer se o problema é falta de interesse/profissionalismo/valorização da revendedora. Todas as vezes que demorou para chegar, não veio ou veio errado ou mesmo coisa completamente diversa da categoria do meu pedido elas falaram que foi o que receberam do centro de distribuição. Sei que tem revendedora que fica esperando juntar mais coisas para fazer o pedido junto à empresa e entendo mas acho desleal quando você apresenta outro prazo para o cliente. E acredito sim que há problemas na remessa dos produtos pelo fornecedor e com certeza problemas de distribuição e tão frequentes assim atrapalham mesmo a relação com o cliente e minam a fidelidade dele.

Eu parei de comprar qualquer coisa de catálogo há muitos anos pois além desses problemas tem o fator discrepância, por não ter amostras, vinha observando que eu gastava um valor razoável mas eu não ficava satisfeita com a maioria dos produtos que entregavam pois quando vinham no prazo certo, não vinham errado a cor ou cheiro completamente nada haver com o que aparentava na revista. E sei que ao comprar de catálogo eu estava assumindo esse risco e eu não estava mais disposta a assumir. Então simplesmente parei. E foi super simples, na verdade nem me fez falta. Fui percebendo que a compra de catálogo era mais um hábito de ter uma vendedora conhecida que vinha mostrar e a gente parava para olhar, logo comprava.

Para não dizer que eu não comprava mais nada eu continuei comprando a bisnaga de redutor de cutículas que acho muito boa e só.


Que eu me lembre os perfumes da marca que eu já tive foram o Secret Fantasy e o Petit Lavande que ainda gosto muito

Depois de alguns anos vejo as novas fragrâncias da Avon circulando em algumas prateleiras e sendo alvo de elogios e acho muito bom. Acho bom que a marca tenha investido em mais opções e em qualidade também, pois é uma marca acessível (disponível e barata). 

Alguns foram me despertando aos poucos a curiosidade e hoje falo que tenho vontade de experimentar o Pur Blanca (que minha irmã exagera fez odiar), o Far Away Infinity e o Sparkling Atitude.

Ia tentar comprar no site da marca mas o frete me afastou, resolvi procurar uma revendedora e pedi o o Far Away Infinity  e infelizmente voltamos aos velhos problemas: pedido demorou mais de dois meses e veio errado :(

31 julho 2018

Prada Candy e seus similares (ou não)


O Prada Candy é um dos meus perfumes favoritos e está acabando. Tenho desde 2013 mas esse ano eu usei bastante, a ponto de estar bem perto de finalizar. Com certeza ele é gostoso o suficiente para eu querer repor mas ele é bem caro e com a alta do dólar ele está num valor mais salgado ainda. Até pensei em repor quando fui ao Chile em maio mas US$ 131 na cotação atual torna o preço absurdo. Descartei a ideia de repor, sem nem pestanejar.

Como outro original está caro demais, resolvi procurar algumas sugestões de similares e testá-los. Achei no Fragrântica a indicação de que haveria no Brasil três similares a ele: O Cuba Vip (que não encontrei para comprar); O  Coffee Paradiso, O Boticário; e o Baunilha, Phebo/Granado


Coffee Paradiso, O Boticário para o meu olfato ele não tem absolutamente nada haver com o Prada Candy.  Sinceramente não entendi quem indicou, não lembra nem vagamente. Mas é um perfume gostoso, realmente faz juz ao nome, lembrar um fim de tarde na praia tomando um coquetel.  Não é barato, R$ 129 mas tem cheiro gostoso e boa durabilidade. É fácil de encontrar na loja online ou  milhares de lojas físicas. 


Já o Baunilha, Phebo tem uma semelhança impressionante com o Prada Candy. Passo e ao longo do dia ao sentí-lo o que me vem a mente é o Candy, até esqueço que passei outro perfume de tão parecidos que eles são. Fiquei super feliz com tamanha semelhança. Ele não é barato também. 100ml são  impressionantes R$ 182. Como não tinha como experimentar antes pois não tem loja física perto de casa optei por comprar online. Ao  fazer a compra optei por comprar um mini dele que vinha em um kit com outros dois mini perfumes da marca. Achei legal a opção do frasco pequeno para experimentar e aproveitar e conhecer outros perfume da marca. Na verdade comprei dois kits diferentes que depois comento. Achei o Baunilha de 100ml bem caro mas devido a forte semelhança acho que vale comprar sim. Mas só farei depois que este de 30ml acabar.

Quanto ao Cuba Vip até queria experimentar mas não encontrei. Se for similar mesmo é bem mais barato 


30 julho 2018

Suflê de arroz


Adaptei a receita que vi no site da Ana Maria Braga. Coloquei em negrito as coisas que modifiquei ou adicionei

Ingredientes
2 e 1/2 xícaras (chá) de arroz cozido

4 gemas
2 colher (sopa) de margarina
1 e ½ xícara (chá) de leite
Sal
4 claras em neve
1 colher (sopa) de queijo ralado para polvilhar
adicionei 
1/2 xic cebola
1 xic vagem 
1xic cenoura ralada
1/2 xic cheiro verde
alho
Modo de preparo
No processador, triture o arroz e junte as gemas, a margarina, o leite e sal a gosto, alho e a cebola, batendo bem a cada adição. Sem bater, incorpore a clara em neve, misturando rapidamente, sem "quebrar" totalmente a clara.

Disponha em uma forma redonda untado, polvilhe o queijo e leve ao forno médio preaquecido (180ºC) por cerca de 30 minutos ou até crescer e dourar. Sirva imediatamente.


Super fácil de fazer e fica uma delícia.
Pode aumentar tranquilamente a quantidade de legumes e temperos frescos que ficará até mais gostoso.

Minha quase não história com os perfumes da Eudora

Em Junho2018 fiz uma postagem sobre a minha proporção de perfumes nacionais e importado, listando e comentando o que tenho e o motivo de eu ter mais perfumes importados do que nacionais.

Isso me fez observar também que algumas marcas nacionais dominam o meu acervo e outras famosas pra caramba eu não tenho nenhum exemplar, outras nem mesmo tenho muita vontade de ter.

Resolvi então fazer uma reflexão sobre a minha relação com as marcas de perfumes nacionais e comentar aqui. Aos poucos vou comentando minha história com uma marca de cada vez.

Hoje resolvi começar com a Eudora, já que separei um dos perfumes que tenho dela para usar esses próximos dias.

Eu tenho apenas dois perfumes da marca o A.R.T.  e o Althea


Tenho alguns motivos para não ter mais fragrâncias da marca:
  1. Na minha cidade não tem loja física da marca
  2. Durante muito tempo não conhecia nenhuma revendedora
  3. Quando passei a conhecer elas não possuem amostras de nenhum produto 
  4. Quase nenhuma amiga tem fragrância da marca (quem tem em geral comprou creme ou make), então não conheci quase nada por elas
  5. A marca não possui itens muito baratos, preços das fragrância costumam ser acima de R$ 80
  6. Acho 90% dos frascos feios. Sim eu acho. Inclusive esse Althea que antes era horrível, mas ainda continua feio.
  7. A marca tem loja online mas não costuma aparecer descontos muito interessantes(quando aparecem)


Isso tudo aí acaba me afastando de adquirir algo.
Até costumo fazer compras de perfumes as cegas, mas quando o item me desperta interesse e no caso dessa marca não há, o fato de ter valor mais elevado acaba não incentivando arriscar. Como não tem nem frascos tentadores, nem amostrinhas para atiçar, nem loja física para facilitar. Se torna para mim bem dispensável.

O A.R.T foi um perfume que desejei bastante pelo frasco, assim que lançou. Acho que passou uns quatro anos até eu finalmente adquirir. Tinha o desejo mas não tinha acesso e ai acabava ficando de lado. Só fui adquirir em 2017 quando li alguns comentários no mundo perfumístico de que o Althea seria similar ao The One da Dolce e Gabbana. Pesquisando no site achei o preço caro mas aproveitei uma promoção e comprei os dois com um pequeno desconto.

Nenhum dos dois é ruim, mas nenhum  espetacular. O Althea parece um pouco com o The one, mas pouco, bem mais fraquinho que ele. o A.R.T. cujo frasco sugeria para mim algo mais exótico e intenso é apenas um pouco fresco com um fundo doce bem suave. E a tal redinha pink que acho que deixa o conjunto uma graça é péssima para manusear o perfume, fica escorregando com risco de derrubar o frasco, então tiro quando vou usar, o que acaba com o q achava bonito. Ambos são bem leves, suaves e bem rente a pele em mim.

Não pretendo recomprar nenhum dos dois nem tenho grandes vontades de comprar outros da marca. Na verdade tem um que acho o frasco bem bonito e a descrição parece interessante, que é o Diva, mas vi muitos comentários falando que ele não fixa nada. E preço caro então.

Já ganhei uns cremes para as mãos da linha Aflorá e são gostosinhos bem suaves e delicados, mas não me inspiraram a gastar R$ 89 na fragrancia.

Uma amiga ama o E de Eudora e tive oportunidade de experimentar e não gostei. Também achei caríssimo pois vinha apenas 50ml pro R$ 160. Felizmente aumentaram o tamanho do frasco. O novo acho mais feio que o antigo. 

Acho a versão dourada, E Deluxe, até bonita na versão antiga. Acho bem bonito o frasco do La Victorie (q é igual a um importado que não lembro agora), mas já me falaram que parece o La vie est belle que não curto. Mas não conheço pessoalmente nenhum dos dois.

Vi que antigamente a marca tinha opções em roll on em tamanho pequeno para levar na bolsa. No passado até cogitei comprar alguns desse tamanho para conhecer as fragrâncias já que as revendedoras não costumam ter amostras, mas quando olhei no site não havia nenhuma disponível. 

Então qualquer interesse foi se perdendo  e eu continuo apenas com duas fragrâncias razoáveis da marca, sem nenhuma na lista de desejos.

29 julho 2018

Perfumes separados para usar (4)

Separei mais um grupo novo de perfumes para usar por um tempo


Abaixo os critério, lembrando que os critérios para escolher as fragrâncias (algumas podem atender mais de um).
  • Um mais estimulante para começar bem a semana ou para reuniões que muitas vezes acontecem segundas ou terças - A.R.T, Eudora
  • Um que não uso há tempos - Flagrant, Água de Cheiro
  • Um que esteja cheio ou quase cheio - Ilia Secreta, Natura (acabei de comprar)
  • Um que amo muito que dê para usar no trabalho e em happy hour, em geral às quartas ou quintas, mas sexta também tem vez - Kenzo Amour
  • Um mais fresco mesmo para períodos mais frios para garantir variedade de famílias olfativas ou Um mais docinho mesmo em épocas de calor - Anais Anais, Cacharel
  • Um que já esteja na metade ou abaixo para tentar finalizar - Prada Candy
  • Uma miniatura: Kenzo Amour

Para usar à noite de Segunda à sexta resolvi usar o Prada Candy que é um dos meus perfumes mais usados. A idéia é finalizá-lo, pois tem bem pouco del. é um dos meus perfumes favoritos mas não tenho dó de usar, na verdade quanto mais gosto mais quero usar. Infelizmente ainda não encarei comprar outro devido ao alto preço mas sem estresse.


Para os fins de semana continua do Seducce, Água de Cheiro, similar do The One da Dolce e Gabbana.




10 julho 2018

Pisco, pisco sour, cocktail


Trouxe essa bebidas quando voltei do Chile. O pisco é um destilado de uva comum entre os povos de origem Inca (principalmente entre Peru e Chile) 

Eu nunca tinha experimentado, não curto a versão pura (primeira garrafa), pois acho muito forte, mas achei bem legal para fazer coquetéis. 

Achei gostoso também alguns coquetéis prontos que encontramos para comprar em mercado opções de várias marcas. Optei por comprar uma que experimentei e gostei da apresentação 


A versão sour (feita com limão) é a mais famosa. Gostei bastante da com maracujá. Mas a mais gostosa é a com manga.

Recomendo experimentar em pequenas doses e ver como seu organismo reage pois tem teor alcoólico bem alto.



07 julho 2018

Almofada de viagem


Essas duas eram as almofadas pequenas para usar em viagens. Ganhei as duas, de amigas diferentes.
Na prática eu acabo não levando porque é um trambolho a mais para levar na mão e minha bolsa de mão já costuma ser grande, fora que agora viajo mais com bagagem de mão mesmo, então não sinto como um item tão necessário para mim.

Até porque eu simplesmente não consigo dormir sentada. Já fiz várias viagens de avião ou ônibus em que fiquei o tempo todo acordada. Não porque eu queira, mas por que por mais cansada que eu esteja eu simplesmente não consigo dormir. Desconforto, barulhos, falta de posição, ansiedade. Não sei o que é ou se é isso tudo, eu simplesmente não consigo. Mesmo em viagens noturnas, na madrugada eu não consigo, chego morgadíssima no meu destino e sem ter descansado nada.

Não porque eu não queira. Adoraria dormir em viagem. Invejo que chega no avião e já dorme enquanto eu fico as 2h, 6h, 9h, ou 12h de viagem lá, acordada.

Por isso eu resolvi me desfazer de uma delas por agora e colocar a almofada de pescoço em análise.
Coloquei uma fitinha na ponta para ela ficar mais pratica para carregar.


 Já que ela não tem velcro a fita serve para amarrar na alça da bolsa ou mala e deixá-la pendurada. Ainda acho volumoso para carregar, mas mesmo sem dormir eu acho q a almofada deixa o voo mais confortável. Mas não sei vou analisar mais um pouco e resolver se me desfaço ou não dela.

Costumo fazer mais viagens nacionais que de um modo geral são voos mais curtos então não entendo como necessária nesses voos. Em viagens internacionais, que são mais longos, as empresas entregam um cobertorzinho e um travesseiro pequenino. Então a minha fica meio que sobrando. 

Senti isso na ida para Europa pois cheguei de madrugada em Paris então resolvi levar a almofada. Fiquei com essa no pescoço e a da empresa aérea nas costas, achei o voo mais confortável assim, mas nada maravilhoso, mas senti que o meu espaço ao transitar pelo corredor com mala de bordo, bolsa de mão, casacão e travesseiro era bastante trambolho e ao ficar no meu assento também achei mais limitado meu espaço. Um tanto de coisa para colocar de lado para conseguir levantar para dar uma caminhada ou ir ao banheiro, pois soma-se a isso meu kindle, meu fone de ouvido, garrafa d'água.

Quando fui para o Chile depois acabei não levando mesmo sendo um voo mais longo e não me fez falta. Em breve vou fazer uma viagem mais curta para a praia e normalmente não levaria, estou cogitando levar pois minha volta é bem cedo, sairei de madrugada do hotel, então verei se fico um pouco mais confortável com ela.

Realmente penso em me desfazer, mas estou insistindo em usá-la para tentar melhorar meu conforto pois é atestado como válido por muitos viajantes, mas a maioria que dorme nos voos.


01 julho 2018

Meus menores perfumes

Eu acho uma gracinha frascos de perfumes em geral. Os menores são super fofinhos e e legais para oferecem uma variedade a mais de fragrância, principalmente para perfumes mais fortes. 

Também acho que são ótimos para levar em viagens  por ocuparem menos espaço e serem mais leves. Um amigo levou na viagem ao Chile três frascos de 100ml (com menos de um terço de perfume cada) e entendi que esse era um dos motivos dele estar querendo tanto levar uma mala grande, enquanto eu levei uma mala pequena. Frascos pequenos ajudariam muito nessa hora. Eu vou até mais longe, procuro guardar amostras de perfumes para levar nas viagens, também tenho miniaturas que funcionam muito bem para viagens.

Para comprar eu tenho preferência por comprar o frasco maior, analiso o quanto gostei da fragrância e quanto usarei, além do preço e em geral vale muito mais a pena financeiramente os frascos grandes. Principalmente por eu comprar  muito em viagem ao exterior (questão de acesso e oportunidade), então acaba que minha coleção é composta em sua maioria por frascos grandes.

 Mas ei tenho alguns frascos  de 30ml ou 50ml por ter encontrado uma  promoção legal ou por a única opção disponível no dia que comprei ser nesse tamanho e resolvi mostrá-los neste post:

Meus frascos de 30ml:



Acho que de todos o único que é fabricado apenas neste tamanho de 30 ml é o Make B, O Boticário. Foi um presente, pois apesar de achar uma delícia acho extremamente caro, então não creio que eu o compraria. 

O outros são frutos de excelentes promoções e não compraria em tamanho maior o Purr, da Kate Perry, o Truth dare, Madonna e o Classique, JPG, pois são bem fortes, poucas borrifadas são suficientes, então um frasco grande é dispensável.

Meus frascos de 50ml:



Esses também são fabricados em opção maior, mas comprei a maioria deste tamanho por virem em kits.




É isso o que tenho atualmente em frascos menores.
Como podem ver a maioria são perfumes importados. Infelizmente a maioria das marcas nacionais em geral não tem muitas opções de tamanho.

Eu acho legal adquirir pelo menos um perfume de 30ml somente para usar em viagem mesmo,  ou para transportar na bolsa também, para retocar ao longo do dia, buscando uma promoção é claro para pagar um preço justo.