22 junho 2018

Molho tártaro


Esses são os ingredientes que uso para fazer o molho tártaro simples que adoro.

Adiciono a meio pote de maionese:
  • cebola, bem picada
  • pepino natural ou em conserva bem picado
  • cenoura ralada  (prefiro ralada do que picada)


E misturo muito bem.
E só!
Simples assim!

É só ir acrescentando os ingredientes conforme a preferência. Acho que a medida igual dos três vegetais funciona bem. Eu particularmente gosto do molho com mais pedaços, tem gente que já prefere ele mais líquido. Vá adicionando aos poucos e experimentando até o ponto que te agrada. Cuidado só para não comer tudo :)

O molho tártaro original é feito também com creme de leite e suco de limão, mas como temos vários intolerantes a lactose hoje em dia acho melhor evitar. Também não acho tão necessário colocar o suco do limão pois a cebola já dá bastante acidez e eu e outros da família temos o estomago mais sensível para coisas ácidas.

Acho que é um molho super tranquilo de fazer, pois é bem rápido e combina com muitas coisas.
Aqui em casa um pote desse acaba rapidinho.


Outro molho que adoro e também é super fácil de fazer é o de iogurte mostarda e mel, que já postei aqui e também é basicamente ir misturando esses três ingredientes até descobrir qual é a proporção que agrada mais seu paladar.




21 junho 2018

Dicas para se preparar para uma mudança de casa


Resolvi compartilhar aqui as dicas que usei para organizar mudança.

Mudar de casa é uma coisa que mexe com toda a logística de uma casa e a gente demora até colocar tudo em ordem, principalmente para quem devido a obrigações de trabalho não dispõe de muito tempo para organizar tudo de uma vez.

Desapegue antes de mudar
Para mim foi fundamental me desfazer de tudo que não usava mais, seja itens que foram doados por estarem em ótimo estado ou coisas que não funcionavam mais e não ia consertar  já arrumada.

Compre ou separe logo material que precisará para embalar
Caixas podem ser conseguidas em mercados, jornais podem ser pedidos em escolas ou bibliotecas. Mas é bom comprar durex largo, pinceis  atomico e tesouras. Sempre no plural, pois agiliza o serviço ter mais de uma ferramenta quando tem mais de uma pessoa embalando. Também acho importante um caderninho ou prancheta com folha e caneta para anotar os itens das caixas.

Embale com antecedência e se dê um prazo mais amplo para desempacotar
Como eu continuava trabalhando normalmente e mesmo em apenas um fim de semana não teria tempo para embalar tudo, nem para desempacotar e organizar tudo também em apenas um fim de semana. Estabeleci o prazo de 15 dias antes para empacotar  e 15 dias depois para desempacotar e organizar tudo. Então fui empacotando as coisas que não iamos usar por esse período, deixando as coisas mais necessárias por último e mesmo elas deixei uma quantidade mínima à mão.

Estabeleça uma regra de cor para diferencia as caixas por comodo
Tem gente que acha que é frescura, mas essa foi a dica que mais me ajudou, cores diferentes ajuda a colocar as caixas certas logo no comodo certo e evita aquele arrasta, arrasta de caixa de um comodo para o outro, bem como aquela loucura de procurar uma determinada caixa. Como é mais complicado ou impossível mesmo encontrar caixas coloridas e minha ideia não era comprar e sim reaproveitar caixas pegas em mercados mesmo, peguei uns papeis coloridos e cortei em pedaços e colei com fita e todos os lados das caixas.



Fica visível logo e pelo criterio de cor já na hora que comodo deve falar para a equipe da mudança colocar a caixa. Confesso que a etiqueta de cor poderia ser de um tamanho maior mesmo, como um post it por exemplo, ou mesmo metade daquele papel A4 colorido. Mas funcionou tranquilamente


Se puder, escolha caixas médias
Caixas pequenas geram muitas viagens e caixas grandes demais acabam que pode incentivar a  mistura de muitos itens diferente, o que nem sempre é bom. E o que acho pior em geral acabam ficando pesadas demais o que não é legal para o pessoal da equipe de mudança carregar peso excessivo, nem jogá-las de qualquer jeito para se livrar desse peso excessivo. Fora que pode romper o fundo.

Reforce o fundo das caixas
Independente do peso, evite o transtorno de ter o fundo de uma caixa rompida e suas coisas caídas no chão ou mesmo quebradas devido a queda.

Numere as caixas e faça uma lista do que tem nelas
Na minha experiência não adianta muito escrever na caixa o que tem dentro, pois o povo só pega, não lê. Coisas quebráveis devem ser muito bem protegidas e embaladas antes de ir para a caixa de de preferência entrar por último na mudança para ficar por cima, nelas vale até escrever algo, mas acho que vale mais deixar separado mesmo. Numerar  fazer uma lista escrevendo o que tem em cada número, tipo na caixa 1 tem livros, na 12 tem eletrodomésticos, por exemplo. Facilita muito na hora de desembalar, decidir o que precisamos tirar primeiro das caixas ou buscar algo que precisamos.

Use malas e bolsas de viagens para embalar roupas
Além de ser um item que já temos à mão  reduz a necessidade de caixas e podemos conseguir outras emprestadas com familiares e amigos que não forem viajar no período que estiver organizando sua mudança, deixa o ambiente mais organizado visualmente enquanto não desempacotamos. Uma coisa que fiz e foi fantátisco foi separar roupas nas malas ou bolsa por tipo, por exemplo, tinha uma mala só para vestidos, outra para para calças e outra para blusinhas e as peças íntimas também separadas por parte de cima e de baixo, e claro por pessoa em bolsas diferentes. Ajuda muito e tira aquela agonia de querer varar a madrugada guardando as coisas por não encontrar nada, já que assim encontra tudo. E se tiver uma quantidade maior de mala e bolsas da para colocar as peças esticadinhas nas malas com folga, As calças mesmo só coloquei dobrada ao meio em uma mala grande, como fica no cabide mesmo, nem fiz questão de dobrar muito para não amassar e não precisei passar nada novamente.


Use cestos, bacias, tudo que tiver a mão para transportar inclusive sacos de lixo
Cesto são ótimos para colocar sapatos por exemplo. Embora eu deixei os que mais usaria no periodo em uma bolsa menor. Saco de lixo  de 100l não é bonito mas é de fácil acesso e barato, ótimo para colocar edredons, travesseiros e almofadas Super funciona.

Deixe uma bolsa de cosméticos  à mão
 Tudo que for de uso diário não deve ser lacrado em uma caixa. Numa bolsa fica super acessível, sem necessidade de ficar procurando nada loucamente pelas caixas.


Com essas dicas deu para focar em organizar um comodo por vez, pois as coisas mais importantes já estavam a mão e coisas de uso mais básico como roupas estavam separadas acessíveis nas malas de modo que nem precisavam ser tirado das malas logo se não tivesse tempo.

Para mim o mais importante ao chegar na casa é ter itens de higiene e roupas acessíveis, inclusive pijamas. Depois minha preocupação é ter a cama pronta e arrumada (coisa super rápida) e começar a arrumar a partir do comodo mais importante da casa, que para mim é a cozinha (escolha o seu), o resto para mim da para esperar tranquilo. E no período de quinze dias deu para finalizar tudo.

Tem gente que acha que não dá para cozinhar nos dias de mudança, mas pra mim dá pra manter um cardápio simples. De qualquer modo também é válido pedir comida nos primeiros dias para facilitar.

16 junho 2018

Produtos acabados (92)


Pra mostrar que eu uso mesmo minhas coisas, tem aqui mais uma listinha de cosméticos que usei do começo ao fim e estamos chegando em breve na foto número 100 dessa categoria :)

Máscara capilar Deita cabelo: Eu queria mesmo era testar a original, mas achei muito cara, ainda não tive coragem. Felizmente gostei muito dessa inspirada. Animei de comprá-la depois de gostar do finalizador e protetor térmico da marca. Gostei da máscara e não só apenas eu e ela já foi até recomprada

Lait bust firmador: A proposta era firmar e talz, mas não achei nada demais, achei que está mais para um iluminador em creme mesmo. Não vale o investimento.

Esmalte Impala: gosto muito dos esmaltes dessa marca, muita qualidade e opções de cores bacanas. Adoro esses tons rosados mas com brilho. Tinha tempo que não acabava um frasco todo.

Hidratante corporal aflorá, Eudora: Cheiro super delicado e hidratação muito boa. Levei para minha viagem a Santiago no Chile e foi importante para me ajudar a mensurar quanto tempo durará os hidratantes que tenho.

Serum facial, Nuxe: Comprei em janeiro desse ano na Sephora de Porto Alegre pois só ouço falar bem do óleo da marca, mas eu não atentei ao prazo de validade então tive que fazer um intensivão para finalizá-lo logo o que me possibilitou ter a impressão rápida das suas funções e ele não me impressionou. É um item caro, com cheiro meio estranho e não achi que valeu muito a pena.

Antitranspirante Stick, La Roche Posay: Compra de viagem também, esse comprei em março desse ano em Paris, pois tenho gostado muito desse tipo de produto e na França os produtos da La Roche tem um preço bem melhor. Só achei meio estranho pois ele acabou muito rápido, não durou muito tempo.

Fixador de maquiagem, Triss: Comprei para testar e levar em viagem, mas não achei que fixou muito não. É baratinho mas não é tão eficiente.

Vitamina C, Lygia Kogos: Amo muito vitamina C e acho interessante testar outras opções pois é um cosmético bem caro. Compraria de novo mas não é uma marca fácil de encontrar aqui no DF.

Meus óleos corporais e hidratantes de banho 2018


  • Seve pimenta rosa, Natura
  • Seve Rosas e Champagne, Natura
  • Essencial elixir, Natura
  • Oleo em gel Paixão Exótica framboesa roxa e hibisco
  • Oleo Paixão tentadora
  • Hidratante de banho Natura todo dia Algodão


Uso muito óleo de banho nessa época de inverno, por isso sempre compro uns quando ele está chegando. São bons para quando a gente está com pressa para sair logo do banho e sem muita paciência para passar um hidratante que também tem que esperar a pele absorver antes de se vestir, o que é bem complicado nos dias mais frios.

Não faço ideia de quanto tempo um usa para mim, pois não uso todos os dias pois sei que o hidratante é mais efetivo na minha pele, vejo os óleos e os hidratantes de banho mais como quebra galhos. Hidratar mesmo não é com eles. Já fiz o teste de uma semana direto com ambas as opções e vi que não são suficientes para minha pele.

Uso sempre no box ainda, após me banhar e enxaguo em seguida. Vejo que tem muita gente que passa o oleo fora do banheiro e não enxagua, testei também mas não gostei muito, acho que mesmo passando pouco acaba impregnando muito na roupa e isso acho muito ruim então continuo na minha rotina ocasional e com enxágue.


15 junho 2018

Reduzindo o lixo


Estou usando essa necessaire de plastico para levar meu lanche na bolsa.
Tenho uma lancheira bem espaçosa que levo quando tenho que transportar muitas coisas, principalmente quando vou passar muitas horas fora. Quando vou ficar apenas poucas horas, mas acho importante ter algo para lanchar eu levo em um saquinho dentro da bolsa para evitar que as frutas ou algum vazamento suje o forro da minha bolsa. Mas ficar descartando meus saquinhos vinha me preocupando, pois é muito lixo descartado.

Comecei em pensar em como reduzir esse lixo diário:
Eu pensei em lavar os saquinhos que uso mas não é tão prático pois rasgava ou não secava direito por dentro devido a "boca" dele ser mais fechada. 

Outras dicas para reduzir a produção de lixo :

Talheres dobráveis: Comprei há mais de dois anos e uso muito. Podemos usar talhes normais que são laváveis né mas seriam três, costumam ser mais pesados e por ser de metal dá um transtorno em raio x da vida. Com esses dobráveis que comprei, além de também serem laváveis em um único item tenho, garfo, colher e faca. é bem leve, não me causa problema em detectores de metais ou raio x de aeroporto

Paninhos para substituir algodão: Minha mãe fez para mim os paninhos de flanela branca e tenho economizado muito algodão desde então. Uso muito quando passo protetor ou base e preciso limpar as mãos, também para aplicar alguns produtos no rosto ou remover make às vezes. Para remover make o que mais me faz economizar algodão é o sabonete em óleo da Nívea que remove muito bem e não precisa nem de paninho para apoiar.

Tenho recusado canudos e priorizado lanchonetes que usam copos de vidro.

Tenho sempre meu copo ou minha garrafa d'água quando vou sair e posso pegar mais água em outro lugar.

No trabalho também tenho minha caneca de louça. Não gosto de café mas gosto de chá.

Uso muito guardanapo de papel mas estou reduzindo o consumo e quero migrar para guardanapo de tecido.

Acho muito interessante a proposta do coletor menstrual mas ainda não adquiri o meu.

Tenho sabonete líquido pra caramba

E está meio complicado calcular quanto tempo eles vão durar.
Mas é isso tudo que eu tenho de sabonete líquido:


Meu maior complicador é que eu costumo mensurar quanto uso de produto pelo que gasto deles nas viagens que faço. Não tenho tanta disciplina para calcular no dia a dia pois em geral em casa os tubos são grandes, também tinha o hábito de ,usar mais de um tipo em casa, fora os que tem fragrância mais intensa ou mesma de algum perfume que usava uma vez ou outra só quando ia usar aquele tipo de perfume. Parei com isso agora estou usando um sabonete somente direto, mas ainda não consegui mensurar quanto uso direito porque seu uso também foi intercalado por periodos de viagens.

Viagens são bons para mensurar pois eles tem um periodo limitado e o espaço reduzido na mala implica que a gente tenha que levar apenas um produto da categoria e usar o mesmo durante todo o período. Só que a maioria das viagens que faço são para a praia e nessas viagens eu uso muito protetor solar e para remover bem acho que funciona melhor um sabonete em barra, gosto bastante de usar o Dove. E nas viagens internacionais eu tenho que limitar os líquidos na bagagem de mão então sabonete em barra vence novamente. Então sei bem quanto tempo dura esse sabonete Dove: Uma barra inteira até dez dias na praia. Meia barra para viagens mais urbanas. Atente que o Dove é um sabonete que derrete mais que os outros, então outras marcas de sabonete duram mais. Em viagens que eu despacho eu levo o sabonete líquido mesmo pois gosto mais dele, só que em viagens internacionais eu gosto de experimentar produtos locais ai eu sempre comprava algo. Hoje estou evitando comprar coisas óbvias assim.

Outro fator é que eu diluo o sabonete no banho. No banheiro de casa eu tenho uma tigelinha onde coloco um pouco do sabonete e acrescento um pouco de água e venho com aquela esponja fofa  pressionando para cima e para baixo até formar bastante espuma. Antes eu usava o sabonete puro e muita quantidade, mas como tenho a pele bem seca uma das recomendações que tive foi reduzir a quantidade e diluir pois sabonetes líquidos são bem potentes. E são mesmo. Uso muito menos desde que passei a diluir. Só que em viagens eu não diluo o sabonete líquido, primeiro porque não tenho tanto espaço na mala para levar uma tigelinha :) e não fico tão pilhada do produto acabar pois nunca levei só a conta da viagem (já que nem sei), busco reduzir os frascos a cada viagem mas sempre sobra e se acaba ou vem menos para mim é bom pois implica em menos peso na bagagem.

Na minha última viagem, que foi para Santiago no Chile eu levei um tubo de 60ml mas com cerca de 45ml de sabonete líquido. Usei lá por dez dias sem diluir e ainda voltou um pouco de produto. Então chuto que uns 30ml de sabonete é suficiente ara mim para viagens urbanas de 10 dias. Em casa uso menos que isso, lembre-se que diluo, mas eu vou usar 30ml como referência para me situar no meu controle dos cosméticos e planejar ou segurar as compras.

Se uso 30ml de sabonete a cada 10 dias
Se o meu total de sabonetes atual dá 1815ml
Isso equivale a 60,5 blocos de dez dias
Um ano tem 36 blocos de dez dias
Tenho sabonete para quase dois anos

É isso aí. Um tempo considerável.
Só tenho sabonetes que gosto muito. Textura e cheirinhos deliciosos mas eu quero reduzir e muito essa quantidade. Não vou me desfazer deles pois já que são coisas que gosto dá para usar todos, então vou me atentar a validade e ir usando até finalizar e ficar com um sabonete por vez. É um item que dá tranquilo para ficar um por vez pois dura por um período razoável e principalmente é um item de fácil acesso, encontramos em qualquer mercado ou farmácia então não há a menor necessidade de estocar, ocupar espaço à toa. Só ir a um mercado ou farmácia comprar outro quando o que estiver em uso estiver próximo a acabar.

Outra coisa que aprendi é que apesar de continuar gostando de vários cheirinhos diferentes não preciso de vários sabonetes com cheiros diferentes, pois é melhor ter um apenas que combine com mais coisas. E mesmo os que tem cheirinhos podem ser usados com outras fragrâncias pois os que tenho/gosto não tem cheiro tão forte que atrapalhar um perfume. Além do que como eu costumo tomar banho antes de dormir esse conflito acaba sendo menor ainda pois meus perfumes de antes de dormir tendem a ser aqueles cheirinhos "conforto".

Mais um aprendizado foi entender que há vários tipos de sabonetes e alguns são menos agressivos para peles secas, os chamandos SYNDET e eu já tenho dois e quero continuar investindo mais neles


Na verdade quero investir mais no Shampoo baby dove hidratação que apesar de ser um shampoo pode ser usado como sabonete para o corpo e rosto também e ele tem um preço bem legal, cerca de R$ 22 por 400ml



11 junho 2018

Experimentando coisas diferentes: Caxixe

Fui ao mercado e encontrei esse legume diferente, nome CAXIXE


Nunca ouvi falar, nem tinha nenhuma referência sobre ele, mas resolvi comprar assim mesmo e pesquisar um pouco no google sobre formas de preparo. Ele é meio parente do chuchu, mas tem caracteristicas do chuchu e da abóbora.

A casca é mais dura como da abóbora, inclusive se estiver dura demais (recomendam testar com a uma) não dá nem para descascar. Felizmente a minha deu certo.


Uma das coisas que descobri na minha pesquisa é que ele é muito utilizado para alimentação no sudeste e sul e também usado demais para fazer cabaça ou cuia para chimarrão.
Quando a gente tira a semente vê bem porque, é super fácil de tirar a parte da semente (que tem essa rede esponjosa como a abobora) e a parte da "carne" é firme.


precisei de uma faquinha e uma colher para remover a parte das sementes, mas não foi tão difícil


Vi que o pessoal faz muito picadinho e refogado e também recheado, mas eu achei melhor fazer assado como faço com abobrinha e berinjela


E ficou bem interessante. 
Joguei azeite, cebola, sal, coentro  e cebolas. acho que ficou no forno por uns 15min e ficou bom.
Ele tem um sabor bem neutro e uma textura mais firme que a abobrinha ou o chuchu


Há poucas informações nutricionais sobre ele, mas pelo que li ele é bem rico em cálcio, potássio e fósforo.



10 junho 2018

Leve na bagagem de inverno - rolo para tirar pelo das roupas


Uma dica bem legal sobre como preparar uma mala de inverno que aprendi com a Chata de Galocha foi levar um desses rolinhos para tirar pelo das roupas. Eu levei para a viagem à Europa e usei um todinho em dez dias. Passei dezesseis dias lá, mas os dias em Roma tiveram uma temperatura mais amena onde não precisei usar meu casacão pesado.

Em Paris e Amsterdã, onde fez muito frio 1º ou 3º todos os dias eu usava meu casacão preto e  pesado  e todos os dias a última coisa que eu fazia antes de sair era tirar meu casaco do cabideiro,  vestir e passar o rolinho nele. E sempre tinha serviço para ele.

Não sei o que acontece, mas sempre tinha  pelinhos. e após passar o rolinho eu conseguia ir passear bem apresentada. Se mostrou muito útil, apesar de ocupar algum volume, não é absurdo (lembrem que viajei com uma mala de bordo), também tem a vantagem de ser bem leve. Única coisa que lamentei é a parte adesiva do rolinho ser tão fina, durou apenas uns 10 usos/dias, um não seria suficiente para os 16 dias caso a temperatura estivesse muito baixa durante toda a minha viagem.

Mas de qualquer modo adotei e levarei nas próximas viagens a lugares frios onde vá usar meu casacão preto ou roupas no estilo.

07 junho 2018

Tenho bases para três anos e meio



Muita coisa!
Mas dentro da minha rotina diária de fotoproteção dá par usar tranquilo. Pois uso todos os dias para ajudar a dar a proteção com cor. Com isso uma base minha dura uns três meses. Agora é seguir usando essas que tenho e reduzindo o que tenho até ficar nas duas que preciso. Duas sim, uma um pouco mais escura para o dia a dia para a minha rotina diária de fotoproteção e outra da minha cor exata para utilizar à noite em eventos/saídas.

Eu já tinha postado sobre a minha saga em busca pela base na minha cor correta depois que minha pele clareou muito e tudo que tinha estava muito escuro para mim. Tinha estipulado que até o meio de 2018 esperava ter chegado na adequada e  posso dizer que cheguei sim.

Depois de testar tudo isso posso dizer  que minhas favoritas são as



Fotoproteção diária: Revlon Colorstay cor 180 para peles normais a seca - dá ótima cobertura e fotografa super bem, sua cor um pouco mais escura fica bem com o Isdin Mineral que é brancão. Ainda busco uma opção mais barata já que uso todos os dias. Mas nenhuma atendeu melhor e primeiro quero finalizar esse grande variedade de bases que tenho.
Eventos noturnos: Studio Sculpt cor NW 20 que textura agradável na pele, também fotografa muito bem, mas tem que ter cuidado pois após um tempo no evento a pele fica mais seca e pode marcar em alguns pontos.
Mesmo essas duas bases ótimas e feitas para peles secas ainda considero um tanto secas, fora que na fotoproteção rola pó para fixar, então tem mais secura. Estou testando a dica de passar oleo para ajudar a evitar que craquele.


Pretendo ficar só nessas bases e no protetor Isdin Mineral. Desisti de comprar protetor com cor pois todos que tenho ficam escuros em mim, mesmo na versão "clara" então vou finalizar os que tenho, que uso com a ajuda de bases que são mais claras para mim, e depois não comprarei mais.


Na busca pela base certa comprei muita base em tom errado. As claras demais eu já dou uso com os escuros protetores solar com cor, já as bases escuras eu uso dois ajudantes para clarear. A Base liquida cor 1 da Quem disse Berenice e o corretor de cor Perfect color que comprei na Primark na Holanda, ele é pigmento branco puro e a base também é bem líquida e bem clarinha. Ambos clareiam bem, não precisa usar quase nada, mas além disso tem que maneirar mesmo pois eles são bem secos e se usar mais do que precisa resseca demais a camada de cor, às vezes até separando parte do pigmento e marcando muito os poros.



Meu protetor mineral favorito realmente pe o Isdin Mineral. 


Ele tem forte white cast (deixa a cara branca) o que junto com o grande clareamento da minha pele do rosto motivou toda minha saga em busca da minha base ideal. Não são perfeitas, perfeitas, mas me atendem muito bem. Consegui firmar na minha rotina de proteção solar que faço tranquilamente todos os dias, até quando estou viajando e fico satisfeita com a proteção que estou obtendo, bem como com a sensação na pele e também com fotos em geral.


06 junho 2018

Produtos acabados (91)


Máscara Facial, Elizabeth Arden: Tinha essa máscara há seculos. Finalmente acabei com ela. Não é ruim, só que eu ando sem hábito de usar. To tentando acabar com todas que tenho há tempos e imagino que não vá comprar mais nenhuma.

Hidratante corporal Panvel Mammy: nossa que delícia! Hidrata super bem e tem o cheiro identico ao Floratta in Blue, O Boticário ou ao CK Be da Calvin Klein. E tem preço excelente.

Sabonete líquido Buttered Rum, Philosophy: Cheirinho delicioso de sobremesa caramelada, super confortável. Ótimo para usar antes de dormir

Perfume Crystal Essence, O Boticário: foi uma edição limitada da marca. Delicinha super confortável, cheirinho maravilhoso de banho bom. Um dos meus tipos favoritos, tanto que tenho vários desse tipo. 

Neovadiol concentrado, Vichy: Serum bem leve de usar. Gostei da hidratação na pele mas não penso em comprar outro por enquanto pois ele é bem caro.


Oleo capilar argan e coco, Avon: Minha mãe que comprou. Eu não conhecia, mas gostei muito.

Rímel Beauty tube, L'óreal: Amo essa máscara. Continua sendo mina favorita pela praticidade de sair com água morna.